quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

4 razões pelas quais Fortaleza recebeu o título de Cidade Criativa da Unesco


Em novembro desse ano, a capital cearense passou a integrar a Rede de Cidades Criativas Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). A iniciativa, criada em 2004 pela instituição para reconhecer cidades em todo o mundo que valorizam e estimulam a economia criativa como pilar para o desenvolvimento urbano e social, reconheceu os esforços de Fortaleza acatando sua candidatura na categoria Design, setor no qual é destaque em ações, mercado de trabalho e eventos a nível nacional. Mas você sabe por que a Terra da Luz se destaca no Design? Não? Então vem cá conferir!


1. Aqui tem design - e muitos, muitos designers!



Fortaleza ocupa o quarto lugar em número de estabelecimentos relacionados ao design em todo o Brasil, atrás apenas de grandes centros como Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba. A cidade também possui altos índices de empregabilidade formal no setor de design, segundo dados da Revista Hotéis (revistahoteis.com.br), além de possuir diversos cursos de graduação e pós-graduação na área, tanto em instituições de ensino superior públicas quanto em faculdades privadas, o que contribui para a especialização desses profissionais.


2. A arte vai às ruas


Em Fortaleza, moda, design e intervenções artísticas de modo geral não se atêm ao mundo acadêmico, aos grandes centros comerciais ou aos museus: a cada semana, são inúmeras as feiras de ruas com artistas contemporâneos de diversos segmentos, da moda ao mobiliário, e é perceptível o aumento de intervenções urbanas, lojas autorais, festivais voltados para o design e espaços comerciais independentes e colaborativos que estimulam o consumo de produtos de artistas locais.


3. Transformação do cenário urbano




Projetos como o Cidade da Gente, da Prefeitura Municipal de Fortaleza (PMF), têm colorido as ruas e transformado o cotidiano de quem ocupa o coração da cidade, como no caso dos bairros Praia de Iracema e Centro, onde asfalto e muros ganharam cores vivas, ruas foram alargadas e bancos foram instalados para estimular o convívio, ampliar a segurança e, claro, espalhar muita arte por aí.


4. A maior semana de moda autoral da América Latina




Com 20 anos de história e já carimbado no calendário das grandes semanas de moda do país, o DFB Festival acontece em Fortaleza reunindo moda, design, música e gastronomia - tudo da terra - e é considerado o maior encontro de moda autoral da América Latina.

Espaço para compartilhar o melhor do pólo têxtil de Fortaleza, o encontro movimenta a cidade e volta os olhos de todo o Brasil uma vez por ano para a produção local, contemporânea e autoral de designers consagrados, além de auxiliar estudantes a exibirem seus trabalhos através do já tradicional Concurso dos Novos, disputado pelos cursos de Moda e Design da Capital.

Título merecido, hein?

Para conhecer essas e outras dicas sobre a nossa Fortaleza, siga o Hotel Diogo nas redes sociais

facebook
instagram

quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Beleza e simpatia das cidades Serranas do Ceará!



Engane-se quem pensa que o Ceará é sinônimo apenas de belas praias, sol e calor o ano todo. Na terrinha também há espaço para o clima ameno. Temos a riqueza cultural do Sertão e o Estado guarda também a beleza e a simpatia de muitas cidades serranas.

Assim, que tal aproveitar as férias para uns dias de descanso ou aventuras por esse outro lado turístico do Ceará?  Há muito o que ver e o que fazer. Listamos pra você 3 cidades serranas encantadoras.

Vamos Lá?

1. Chapada da Ibiapaba





Ao noroeste do estado, reserva muitas histórias e belas paisagens. A cidade de Viçosa, a 348 km de Fortaleza, pode ser a porta de entrada para um roteiro surpreendente na região, que inclui as trilhas e grutas do Parque Nacional de Ubajara. Em breve, será reinaugurado o novo bondinho.

Viçosa foi o primeiro município criado na Serra da Ibiapaba, em 1882, e um dos mais antigos do Estado. A cidade é bem simples mas muito acolhedora. Sua arquitetura e cultura misturam elementos da colonização francesa e portuguesa. No século XVII, o local recebeu um aldeamento indígena de padres jesuítas e foi moradia do Padre Antônio Vieira por seis anos. Para conhecer e se apaixonar pela cidade, o passeio pode começar na Igreja Nossa Senhora da Assunção.

Para se render aos sabores locais, uma visita à Casa dos Licores, no Centro da cidade, é uma experiência memorável. Lá também são vendidas cachaças artesanais.
Em Ibiapaba, tem também a cidade de Ipu. Famosa pelas cachoeiras, bicas e pelos prédios históricos.


2. Meruoca




Meruoca, cujo nome em língua tupi significa “morada das moscas”, tem esse nome porque no passado existiam muitas moscas na região. É uma cidade centenária, foi fundada por volta de 1727, por missionários que vieram de Portugal para colonizar os indígenas que habitavam a região ao longo do Rio Acaraú.

A cidade possui muitas edificações históricas em bom estado de conservação, como a Igreja de Nossa Senhora da Conceição que teria sido o marco inicial de sua fundação.
Composta de grandes áreas verdes (resquícios de Mata Atlântica), com uma altitude média de 670 metros, a cidade de Meruoca apresenta temperatura bastante amena durante o dia em torno de 22 graus e à noite cai um pouco mais, fazendo um friozinho  gostoso.

A Serra da Meruoca é o lugar ideal para os amantes do turismo ecológico. Por possuir muitas áreas verdes, a região apresenta diversas trilhas ecológicas, cachoeiras, paredões para prática de rapel, voos de asa delta ou parapente e outros atrativos que só os amantes da natureza sabem apreciar.


3. Serra de Guaramiranga




A Serra de Guaramiranga, que fica no Maciço de Baturité, distante cerca de 100 km de Fortaleza, e se destaca como destino turístico por conta do clima frio, cachoeiras, trilhas ecológicas, arte e cultura, além das construções históricas.

Com temperaturas que variam de 12Cº a 25Cº, Guaramiranga ganhou o charme das cidades de clima frio e é conhecida como a “Suíça Brasileira”. Com seu clima úmido, é propício para o cultivo de vários tipos de rosas, não é à toa que Guaramiranga também é conhecida por ser a “Cidade das Flores”.

O ecoturismo em Guaramiranga é intenso. O banho nas cachoeiras e as trilhas ecológicas são ótimas opções para quem quer se conectar com a natureza. Uma boa pedida é o Parque das trilhas, um passeio cheio de trilhas ecológicas, esportes de aventura e contato com a natureza.

O Pico Alto é parada obrigatória para quem visita a cidade. O local fica há 1.115 acima do nível do mar e permite uma bela vista panorâmica da região, onde é possível avistar o sertão, rio Pacoti e até as dunas do litoral cearense. É o ponto de encontro para apreciar o pôr do sol.

E para aqueles que dizem que não têm vontade de conhecer o Ceará, por causa do calor, não existe mais desculpa para não fazer turismo neste estado, pois, para quem gosta de um friozinho, opções não irão faltar!

Siga nosso blog e nossas redes sociais e receba informações e várias dicas para desfrutar do melhor do Ceará.

segunda-feira, 2 de setembro de 2019

4 lugares obrigatórios para conhecer em Fortaleza!

Se você está programando sua viagem para Fortaleza, fique sabendo que existem muitos lugares para conhecer. Selecionamos 4 lugares obrigatórios para conhecer na Terra da Luz.

Vamos lá!

1. Ver o Por do Sol na Praia de Iracema





Um dos lugares mais visitados por quem visita Fortaleza, é a praia de Iracema. Também conhecida por Praia dos Crushes, virou point de uma garotada bonita e descolada. Todo fim de tarde muita gente se reúne para sentar na areia, conversar, dar um mergulho na água deliciosa do mar e ver o sol se pondo na melhor hora do dia.


2. Visitar o Centro Dragão do Mar





O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, é um dos pontos turísticos mais famosos de Fortaleza. O lugar é um verdadeiro complexo com uma programação bem diversificada que envolve teatro, salas de cinema, planetário, Museu da Cultura Cearense, Museu da Arte Contemporânea, multi galerias, exposições e shows.


3. Comprar artesanato no Mercado Central





Se você gosta de produtos típicos e artesanais, não deixe de conhecer o Mercado central. O lugar possui quatro andares onde você pode adquirir produtos típicos como bordados, rendas, artigos em couro e palha. Também há boxes com acessórios, castanhas e doces regionais.


4. Ir no mercado dos peixes





Se você é fã de um fruto do mar fresquinho, e quer saber onde comprar peixes ou camarões em Fortaleza não pode deixar de conhecer o Mercado do Peixe. Localizado na Praia do Mucuripe, no espaço existem boxes onde você encontra os produtos marítimos recém pescados.

Vale a pena conferir as delícias desse lugar gastronômico. O mais legal é que você pode degustar um camarão frito ao alho e óleo de frente ao mar, com uma linda vista da orla de Fortaleza.

O melhor é que todos esses lugares ficam pertinho do Hotel Diogo!

E aí, ficou curioso para conhecer esses lugares incríveis! Programe a sua viagem para Fortaleza hoje mesmo e não esqueça de se hospedar conosco!

sexta-feira, 5 de julho de 2019

Conheça a beleza da praia de Morro Branco



Morro Branco é uma das praias mais lindas do litoral cearense. De uma beleza rara  de encantar qualquer um, inclusive essa praia já foi cenário para várias novelas e filmes de produção Nacional e Internacional.

As dunas de areia fina e totalmente branca, se misturam entre as falésias avermelhadas, formando um incrível labirinto.

A Praia de Morro Branco fica apenas 83 quilômetros de distância de Fortaleza.

Separamos pra você algumas dicas de o que fazer na praia de Morro Branco.

Vamos lá!

Labirinto do Morro Branco




O Labirinto das falésias, é a principal atração de Morro Branco, onde o visitante pode passear e observar areias de várias tonalidades diferente de cores. É de lá que os artesãos coletam as areis para fazerem as belas paisagens dentro das garrafinhas. Vale lembrar que esse trajeto não deve ser feito sem um guia autorizado.

Visitar o Centro de Artesanato




O artesanato de Morro Branco é um atrativo a mais para os visitantes. As garrafinhas de areis colorida tem presença garantida e é admirável pelos detalhes.

Vale muito apena ir ao Centro de Artesanato da cidade e conhecer um pouco do trabalho dos artesãos.

Passeio de Jangada




Que tal conhecer a praia de Morro Branco por outro ângulo? Passear nas jangadas conduzidas pelos nativos é uma maneira bem interessante de ver as belezas cearense de perto.

Passeio de Buggy




Os passeios de buggy são tradicionais e levam os visitantes a fantástica experiência de conhecer parte do litoral de Beberibe. Os passeios são feitos por motoristas credenciados da Associação de Buggeiros de Morro Branco, passando por dunas em um sobe e desce emocionante.
Ah! Você ainda pode escolher o passeio “com emoção” e “sem emoção”.

E aí, ficou curioso pra conhecer a Praia de Morro Branco? Esperamos que você aproveite o melhor do Ceará e conte sempre com as dicas do Blog do Hotel Diogo!

http://blog.hoteldiogo.com.br/

terça-feira, 2 de abril de 2019

Museu do Ceará: Arte e Cultura



Que tal conhecer mais detalhes da história do povo cearense?

 Para isso, você precisa visitar o Museu do Ceará, que fica no centro de Fortaleza e está instalado em um edifício inaugurado em 1871.

Por lá você encontra um grande acervo de peças famosas na qual podemos  destacar o chapéu, a batina e a bengala de Padre Cícero. Quem conhece a história do bode ioiô que teria sido eleito vereador do Ceará? O bode, que foi uma das mais irreverentes figuras do Ceará, está empalhado no museu.

Também há o Memorial Frei Tito, frei dominicano e nascido no Ceará, que se tornou um dos mais importantes nomes da luta pelos direitos humanos. O Espaço também abriga vários documentos e pertences de diversos cearenses ilustres, como Antônio Sales e Raquel de Queiroz.

Você encontra também relíquias indígenas, arqueológicas, indumentárias, antropológicas, fotográficas, pinturas, mobiliários e muito mais. Tudo sempre contando um pouco da história do estado.

Há ainda uma exposição dividida em oito temas diferentes que mostram as fases que o estado viveu, como os povos indígenas, o poder das armas, a escravidão e o abolicionismo.

Não deixe de conhecer o Museu do Ceará!
Endereço Museu do Ceará:
Rua São Paulo, 51 – Centro
Fone: (85) 251-1502 Cep:60030-1502
e mail: musce@secult.ce.gov.br